Seja bem-vindo. Hoje é

O QUE É CEBS?



O que é Comunidade Eclesial de Base?

Queridas irmãs, queridos irmãos, que o Cristo encarnado e ressuscitado esteja sempre conosco. Vamos recordar o que são as CEBs - Comunidades Eclesiais de Base. Como estão organizadas? Onde atuam? Quem participa das CEBs? O que são CEBs? Estamos nos propondo a esclarecer um pouco estas questões.

A palavra CEB significa COMUNIDADE ECLESIAL DE BASE. E quando colocamos no plural - CEBs, significa COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE. São grupos de cristãos leigos, geralmente pobres, que se reúnem regularmente, nas casas de famílias ou em centros comunitários, a fim de ouvir e aprofundar a Palavra de Deus, alimentar a comunhão fraterna e assumir o compromisso cristão no mundo.

Chamamos COMUNIDADES porque são grupos formados por pessoas a partir do lugar onde moram, nos bairros, periferias, centro, morros, zona rural... que procuram viver relações fraternas de partilha, ajuda, solidariedade e serviço.

Dizemos ECLESIAIS, por se tratar de grupos de seguidores dos exemplos de Jesus, dos apóstolos, em comunhão com a Igreja. E de BASE porque está presente desde o começo da Igreja com os Primeiros Cristãos e também porque é vivida pelo povo que está na base humana e cristã, gente pobre ou pessoas que se colocam ao lado dos pobres.

No início da década de 60 nasciam as Comunidades Eclesiais de Base, muito embora tenham sido semeadas alguns anos antes. Nasciam da necessidade do povo se unir, para melhor participar da Igreja, saber seus direitos, discutir os problemas e procurar resolvê-los. De lá pra ca estão sendo regadas com muita fé, alegria e esperança. Muitos mártires, a exemplo de Jesus e dos Primeiros Cristãos, têm regado as CEBs, com o próprio sangue.
As CEBs têm suas raízes nas comunidades formadas pelos Primeiros Cristãos. Deles se dizia: "Eles eram um só coração e uma só alma". Formavam comunidades sobretudo de pobres ao redor da Palavra de Deus, partilhavam o que tinham e testemunhavam a fé até as últimas consequências.

A partir da década de 60 - quando nasceram - as CEBs foram crescendo e se espalhando por todo o Brasil. Então, sentiu-se a necessidade de reunir e articular essas comunidades para que pudessem trocar experiências e buscar luzes e força no compromisso comum. Nasciam, dessa forma, em 1975 os Encontros Intereclesiais das CEBs.

Vamos  conhecer mais um pouco da experiência das CEBs e o que é um Intereclesial de CEBs.

O que é um Encontro Intereclesial de CEBs?

Companheiras e companheiros de caminhada, que Javé seja sempre nosso guia. No texto anterior falamos um pouco sobre as Comunidades Eclesiais de Base e vimos que os participantes das CEBs se reúnem nos Encontros Intereclesiais. Hoje vamos saber o que é um Intereclesial.
O Intereclesial é um encontro que reúne os representantes das CEBs - Comunidades Eclesiais de Base de todo Brasil. A iniciativa de organizar um encontro Intereclesial surgiu na década de 70, sendo realizado o primeiro em 1975, na cidade de Vitória, Espírito Santo. Os Intereclesiais nasceram com a finalidade de partilhar as experiências, a vida, as reflexões das CEBs.

Os Intereclesiais são uma experiência muito enriquecedora, pois revelam com maior clareza a situação em que vive o nosso povo pobre, possibilitam a prática do ecumenismo e manifestam com que profundidade se vive nas bases da Igreja a relação entre fé e política.

Dos Intereclesiais surgiu uma nova face da nossa Igreja, animada por tantas Comunidades Eclesiais de Base e marcada pela opção pelos pobres. Através dos Intereclesiais, mantém-se a memória da caminhada de nossa Igreja.
No ano 2000, foi realizado o 10º Intereclesial de CEBs,  em Ilhéus, e a sua preparação esteve sob a responsabilidade da Diocese de Ilhéus e do Regional Nordeste 3 (Bahia e Sergipe).

Ilhéus teve a alegria de receber o povo do Brasil inteiro, os convidados das Igrejas Evangélicas, afro-brasileiras, dos países da América Latina e Caribe e dos demais continentes, irmanados num só projeto: de construir um mundo fraterno, acolhedor, sinal do Reino de Deus!

No 10º Intereclesial teve a oportunidade de refletir sobre o jubileu do nascimento de Cristo, os 500 anos do Brasil e os 25 anos dos Intereclesiais, numa perspectiva de avaliação e celebração da caminhada. Um encontro deste é um momento de GRAÇA (kairós).

O 10º Intereclesial de CEBs, que aconteceu em Ilhéus, no ano 2000, terá como Tema: CEBs - POVO DE DEUS - 2000 ANOS DE CAMINHADA e como Lema: CEBs: MEMÓRIA E CAMINHADA, SONHO E COMPROMISSO.


MEMÓRIA DO 9º INTERECLESIAL DE CEBs


Amigas e amigos, que a proteção do Senhor nos envolva e nos guarde. Vamos recordar hoje,  um pouco da história do 9º Intereclesial.

A experiência do 9º Intereclesial de CEBs - Comunidades Eclesiais de Base, realizado em São Luís do Maranhão, no período de 15 a 19 de Julho de 1997, foi para os participantes um momento de reflexão e oração, de aprofundamento e alegria, marcado pela riqueza da diversidade étnica, cultural e religiosa presente no Encontro.

Eram representantes das CEBs de todo o Brasil e nos seus rostos podíamos ver o rosto do Brasil sofrido e lutador, alegre e esperançoso. Participaram também, do 9º Intereclesial, representantes de Igrejas Evangélicas e afro-brasileiras, nações Indígenas, de outros países da América Latina, do Caribe e do mundo inteiro.
Estavam presentes um total de 2.798 pessoas. Eram leigos e leigas, padres, freiras, bispos, pastores e pastoras, pajés, pais e mães de santo, indígenas. Pessoas vindas dos vários cantos do Brasil e do mundo. Além destas pessoas, 1.350 se revezaram, trabalhando nas diversas equipes de serviços.

Um Encontro como este, que envolve muitas pessoas, faz-nos ter a certeza de que não estamos sozinhos na caminhada. E, neste momento, podemos nos alegrar com cada companheira e companheiro, semente de transformação da nossa sociedade, que caminha, assim como nós, em busca dessa transformação.

Mesmo vindos de vários lugares, de diferentes lugares, para participar do 9º Intereclesial, ao admiramos os seus rostos, contemplamos um mesmo Brasil: a simplicidade e a alegria, o sofrimento e a perseverança, a resistência e a fé... e tantos outros aspectos que nos irmanam, que nos faz um só povo - Povo de Deus - a 2000 anos de caminhada e luta.

ILHÉUS, CIDADE QUE ACOLHEU O 10º INTERECLESIAL

Ilhéus, Chão onde as CEBs do Brasil acampou no ano 2000.

Irmãs e irmãos em Cristo, a paz do Senhor esteja com vocês! A Diocese de Ilhéus sediou no ano 2000 o 10º Intereclesial de CEBs.

A cidade de Ilhéus, que recebe este nome por está situada em meio a pequenas ilhas. É banhada pelo oceano Atlântico e localiza-se na região sul da Bahia, na microrregião cacaueira, cuja lavoura, atualmente, está em crise, ocasionando o desemprego e elevando a taxa do subemprego na região, e dessa forma, aumentando a população nas periferias da cidade.

Ilhéus possui uma área de 1.712 km², uma população total de 220 mil habitantes (140 mil na zona urbana e 80 mil na zona rural), tem 54 bairros, 34 vilas e povoados, 11 distritos.
A cidade está a 462 km da capital (Salvador) e pode ser alcançada por via rodoviária, aeroviária ou por mar. Dispõe de aeroporto com vôos diretos, todos os dias, para vários lugares do país e é servida por empresas de ônibus que mantêm linhas diárias para diversas partes do estado e do Brasil.

A Diocese de Ilhéus é coordenada pelo seu pastor Dom Mauro Montagnoli, tendo a superfície de 11.338,0 km², é formada por 25 municípios e 36 paróquias, com uma população de aproximadamente, 722.384 habitantes.
Dom Mauro acreditou na proposta de trazer o 10º Intereclesial para a Bahia, viu no pedido de todo o regional "um apelo do Espírito Santo" - como disse e deixou registrado na carta que escreveu abrindo as portas da Diocese para este encontro. O clero, as religiosas, as lideranças da Diocese e de todo o Regional Nordeste 3 acolheram muito bem a proposta de realização do 10º em terras baianas e na Igreja particular de Ilhéus.

Em julho do ano 2000, entre os dias 11 e 15, aconteceu na cidade de Ilhéus - Bahia, o 10º Intereclesial de CEBs. Este encontro é uma realização das Comunidades Eclesiais de Base,e surgiu da necessidade sentida pelos seus participantes de reunir-se, para juntos refletir e motivar a sua caminhada à luz de um tema.
Para o 10º Intereclesial o tema discutido foi:  CEBs - Povo de Deus - 2000 anos de Caminhada e o lema, CEBs: Memória e Caminhada, Sonho e Compromisso. Tanto o tema como o lema propõe a reflexão da caminhada das CEBs, ressaltando sua origem junto com o surgimento do Cristianismo. Dessa forma, estão envolvidas nas reflexões do 10º Intereclesial o Jubileu do nascimento de Cristo, os 500 anos do Brasil e os 25 anos dos Intereclesiais, numa perspectiva de avaliação e celebração da caminhada.

 Os três eixos que orientarão o Encontro são: Memória de Jesus; Caminhada das CEBs e dos pobres; Compromisso pelo Reino. Eles serão um instrumento para pensar os desafios do presente e do futuro para as CEBs e os pobres no Brasil.






5 comentários:

  1. Qual/quais o "eixo de estruturantes da cebs"?

    ResponderExcluir
  2. Tenho um pensamento de quando terminar parte de meus estudos teológicos, Buscar servir melhor o próximo, iniciando uma comunidade,(ceb). Se DEUS quiser..Gervaldo de Anápolis.

    ResponderExcluir
  3. As CEBS devem ser reativadas ,.... fortalecer as células populares com as mensagens de Jesus , solidariedade , ação de gracas e vida interior p transcender as coisas menores e primitivas ,.....

    ResponderExcluir
  4. Estou cursando teologia,tbem presento me enganjar cebs

    ResponderExcluir
  5. Estou cursando teologia,um texto bíblico que sempre me chamou muito atenção quando Deus ouve clamor do povo Israel que estava com escravos no Egito,e Deus envia Moisés pra liberta povo,e diz estarei contigo,precisamos muito retomar de novo caminho.quero muito estar nessa caminhada cebs

    ResponderExcluir